domingo, 10 de agosto de 2008

O mundo interage com a displicência humana

Há muito se ouve dizer em famílias tradicionais do campo que necessitavam do trabalho braçal para conseguir o sustento, que a preguiça é irmã da morte, uma leva à outra, caminham sempre juntas. Pode ser que esta frase tenha apenas o único propósito de assustar crianças e formar adultos viris e sem medo do trabalho. mas olhano para o atual nível da globalização e do desenvolvimento tecnológico, esta citação faz sentido? o homem fez milagres para que cada vez mais ficasse sentado na poltrona do papai, assistindo o mundo pela TV, com um super controle remoto, comendo pipoca.
É muito mais coerente acreditar que as invenções humanas vieram para trazer à humanidade uma melhor qualidade de vida, o que trouxe de fato, mas digamos que em partes. Os níveis de obesidade cresceram exponencialmente. Sem a necessidade de se movimentar com os seus próprios pés o homem vai ao trabalho de carro, passa por uma lanchonete, faz seu café da manhã dentro do mesmo carro, pega um elevador e senta em frente de um computador ligado à rede que o leva para todo o mundo sem sair da sua confortável cadeira giratória estofada.
É inegável que o mundo mudou sua maneira de pensar e agir, tudo agora tem um método facilitador, explicando a expressão, um utensílio ligado à tomada (quando não, utiliza energia própria) para fazer da energia cinética humana mais uma habilidade com pouco necessidade de uso. É uma história antiga, o mundo traz em suas páginas amareladas ações que resultaram apenas no aumento do comodismo humando (vide Revolução Industrial I e II).
Agora, se há uma fraternidade entre a preguiça e a morte não se sabe ainda, não se descobriu parentesco entre coisas abstratas, mas que a falta de vontade fez bem para a evolução, isto é concreto. Não cabe ao homem julgar sua própria displicência, pois é natural de um ser vivo que interaja com o meio, só que no caso do Homo sapiens sapiens, ele fez o que o mundo interagisse com ele. Preguiça ou inteligência? nesse caso pode-se dizer que mais um parente surgiu, a preguiça pode até ser irmã da morte mas com certeza é prima da inteligência.

2 comentários:

Dantas disse...

aiai, a vida moderna nos engordou!!!!!!!!

Gallahad Schneider disse...

Também penso muito nisso, sedentarismo e tal, anda corroendo mesmo as pessoas :T

Mto bom vei