quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Não, não leia isto como um desabafo de final de ano, pois definitivamente essas palavras não têm tal objetivo. Bem na verdade, não vejo muito significado para desabafo, todas as palavras (des)necessárias, já foram ditas, cuspidas, engolidas ao longo dos dias antecessores a este último dia de 2008. De que vale pensar no passado se hoje, vê-se apenas o futuro, um inovador futuro, é o que espero. Também não farei planos, como já faço há anos, não vejo necessidade dos mesmo, antecipam a surpresa, a vivência "cotidiânica", assim prefiro, esperar os dias para que eles me tragam os motivos e as necessidades. Não sei o que espero desse novo ano, assim que é legal, andar, andar e andar procurando as minhas cores de verdade, pois estas creio estarem perdidas. Cores.. é hoje que o céu toma vezes de televisor, olhos perplexos miram a infinidade estrelada como um folhetim de ótima repercussão, dsejando, pedindo, volta e meia até mesmo implorando para que o amanhã seja um motivo para festejar. Que sejam puladas as sete ondas, na verdade, que elas façam uma analogia à nova vida que começará na virada deste ano, deste longo ano. Particularmente os dias deste ano que finda foram para mim multiplicados, como se vivesse bem mais dias, o peso aumentou, mas, como diz o ditado, temos o fardo que merecemos carregar. Vejo esperanças neste ano que começa, já pensei em 2008 como um ano nulo, mas é hipocrisia pensar assim, nele vivi felicidades inigualáveis e não há como esquecê-las. 2009 este sim, será o ano. Nâo planejo nada, quero apenas viver sem pensar muito, de tanto pensar acabei cansando, dessa vez vou viver mais, pular mais, brincar mais, cantar mais, sair mais, rir mais, esquecer mais, perdoar mais, e estes não são planos, não estou planejando, apenas estou ditando regras, havemos de convir, há uma grande diferença.

2 comentários:

Rafael Costa disse...

Então,um ótimo ano novo, friend...
Abraaço

P.s.: Pareceu música do titãs hauhuahuahuahuahau!

Rafael Costa disse...

AH, não esquece que nesse ano temo que nos adequar as novas regras gramaticais, se for voar, seu voo será sem acento... huahauhauhauha


p.s.: São quatro horas da manhã e computador ainda insiste em cadastrar meu comentário no passado.